Espaço na Rinchoa – Rio de Mouro
A Amélia Castro, estando em situação de desemprego, recorreu ao apoio da AESintra para criar o seu próprio negócio. A AESintra orientou e elaborou o seu plano de negócios que foi entregue nos serviços do Instituto de Emprego, que após análise do processo, comunicou a sua aprovação.
Esta empreendedora foi apoiada através do Gabinete Económico-Financeiro, pela Técnica Sandra Neves, que irá também acompanhar o negócio durante os dois primeiros anos de atividade, através de apoio de consultoria. Este foi o segundo negócio aprovado no âmbito do reconhecimento da AESintra como EPAT – Entidade Prestadora de Apoio Técnico